sexta-feira, 17 de junho de 2016

FAMÍLIA DA SILVA ESTEVES - Manoel Ignácio da Silva Esteves e Ismênia Baptista de Souza

Ismênia Ribeiro Schneider
Cristiane Budde

Apresentamos um estudo sobre a Família Esteves que, assim como várias famílias serranas, estabelece conexões com os Ribeiro, os Souza e também com a Família Vieira, recentemente estudada no Blog.
O primeiro ancestral DA SILVA ESTEVES de que temos informações é JOAQUIM DA SILVA ESTEVES (falecido em outubro de 1835), que se casou com Maria do Nascimento do Amaral, filha de Francisco Manoel de Paula e Silva e de Ana Maria do Amaral Gurgel.
Joaquim e Maria eram proprietários da Fazenda “Santa Bárbara” em São Francisco de Paula, depois chamada “Invernada do Chapéu” (área de 157.829.200 m2), transformada mais tarde no Município de Jaquirana.

Nota: Em segundas núpcias, Maria do Nascimento Amaral casou com o primo-irmão Felippe Borges do Amaral e Castro (08/09/1811 – 20/06/1864), filho de João Antonio Borges de Castro (de Angra, Ilha Terceira, Portugal) e de Maria Custódia do Amaral Gurgel (falec. 14/03/1841). Com Felippe, Maria tem filhas, matriarcas de importantes famílias de Bom Jardim, uma delas “Maria do Nascimento Borges do Amaral”, “D. Senharinha”, 2ª esposa de Matheus Ribeiro de Souza, irmão do Cel. João Ribeiro. Além de “D. Senharinha”, teve:
- Ambrozinha Borges do Amaral, que se casou com João Fogaça de Oliveira;
- Anna Borges do Amaral, que se casou com Antonio Caetano (“Cachoeira”) do Amaral. Este casal teve uma filha, chamada Maria dos Prazeres do Amaral, que se casou com Prudente Luiz Vieira Costa, donos da Fazenda Tijucas, cantada em prosa em sua época.

O casal Joaquim da Silva Esteves e Maria do Nascimento Amaral teve pelo menos um filho:
F1 – FRANCISCO DA SILVA ESTEVES, que se casou com IGNÁCIA JACINTHA RIBEIRO[[i]] (ou Ignácia Maria de Saldanha Sobrinha, segundo inventário de seu pai) (nasc. 11/11/1846[ii]), filha de Pedro José Ribeiro (falec. 07/12/1882) e de Jacintha Maria de Saldanha.
Matrimônio de Francisco e Ignácia: 29 de novembro de 1871[iii].
Nota: Pedro José é filho de João da Silva Ribeiro e de Maria Benta de Souza. Jacintha Maria é filha de Francisco da Silva Ribeiro (1789/1843) e de Anna Antonia de Jesus. “João” e “Francisco da Silva Ribeiro” eram irmãos; portanto, Pedro José e Jacintha Maria eram primos-irmãos.

Francisco da Silva Esteves e Maria do Nascimento Amaral tiveram pelo menos dois filhos:
N1.1 – MANOEL IGNÁCIO DA SILVA ESTEVES (14/11/1872 - 14/08/1927, faleceu no 2º Distrito do Socorro, em seu domicílio, a Fazenda da “VISTA ALEGRE” (atualmente Bom Jardim)[[iv]]);


Fazenda Vista Alegre (capa do livro “Epopéia na Serra - Memórias”, de João Corrêa de Bittencourt).

N1.2 – ABEL IGNÁCIO DA SILVA ESTEVES (nasc. 17/11/1873[v]), c.c. Belmira da Silva Ribeiro (nasc. 19/08/1885v), filha de Cathólico da Silva Ribeiro (15/12/1852 - 21/11/1887) e de Joana Rodrigues (Gertrudes) Pereira (nasc. 23/06/1861).
Matrimônio de Abel e Belmira: 26 de janeiro de 1903, São Joaquim-SC[vi].
O casal teve pelo menos uma filha:
BN1.2.1 – Beatriz Ribeiro Esteves (nasc. 09/08/1903v), c.c. Paulino Esteves de Souza, filho de Manoel Ignácio da Silva Esteves e de Ismênia Baptista de Souza.
Casamento de Beatriz e Paulino: 26/04/1924, São Joaquim[vii].

Informações detalhadas de MANOEL IGNÁCIO DA SILVA ESTEVES, filho de Francisco da Silva Esteves e Maria do Nascimento Amaral:
MANOEL IGNÁCIO DA SILVA ESTEVES casou com ISMÊNIA BAPTISTA DE SOUZA (Esteves, depois de casada), filha de Marcos Baptista de Souza (09.08.1835 - 07.10.1906) e de Maria Rodrigues de Andrade “Vó Marica” (30.10.1845 - 14.01.1927).
Casamento de Manoel e Ismênia: 24 de maio de 1896, em São Joaquim, o noivo com 24 anos e a noiva, com 18 anos[[viii]].
Filhosiv:
BN1.1.1 – MARCOS ESTEVES DE SOUZA (28/02/1897[ix](*) - 05/02/1967[x]), com 30 anos em maio de 1927.
Casou com Maria dos Prazeres Nunes, filha de Silvano Rodrigues Nunes e Liberata Maria Nunes.
Certidão de casamento: 30.05.1919[xi]. Marcos tinha 22 anos e Maria dos Prazeres, 23 anos.
Obs.: Mais detalhes sobre esta família na próxima matéria.
 
BN1.1.2 – PAULINO ESTEVES DE SOUZA (nasc. 30.01.1897[xii] (*). Apesar deste registro, acredita-se que Paulino tenha nascido em 30/01/1898. Ver nota abaixo), com 29 anos em 1927 (inventário do pai).
Casou com Beatriz Ribeiro Esteves (nasc. 09/08/1903), filha de Abel Ignácio da Silva Esteves (nasc. 17/11/1873) e de Belmira da Silva Ribeiro (nasc. 19/08/1885).
Casamento de Paulino e Beatriz: 26/04/1924, São Joaquim, SC[xiii].
Paulino era criador, natural e residente no Distrito de Bom Jardim, SC.

(*) Nota: De acordo com registros paroquiais e de cartório, os irmãos Marcos e Paulino teriam nascido com menos de um mês de diferença. Analisando os documentos encontrados, acredita-se que houve um erro de registro no ano de nascimento de Paulino Esteves de Souza, que fez o próprio registro cartorial de seu nascimento, no dia 20 de agosto de 1918.
Além do documento de batismo de Marcos Esteves de Souza, utilizou-se como evidência para essa conclusão o documento de matrimônio de Marcos (em que ele tinha 22 anos em maio de 1919, e, principalmente, o inventário de Manoel Ignácio da Silva Esteves (pai de Marcos e de Paulino), em que consta que, na data de falecimento de Manoel, 17/08/1927, Marcos tinha 30 anos e Paulino 29.
Assim, Marcos teria nascido em 1897 e o irmão Paulino em 1898.

BN1.1.3 – OSWALDINO ESTEVES DE SOUZA (nasc. 16.02.1899, 28 anos em 1927), de Bom Jardim, c. c. Dalila Bernardino de Oliveira, (nasc. 15.01.1906), de Laguna. Dalila era filha de Guilherme Bernardino de Oliveira e Zulmira Maria de Oliveira.
Casamento: 05.09.1922, em Laguna (Livro nº VII, Fls. 81V a 82) [Este foi o 1º casamento de Oswaldino, de acordo com Rodrigo Esteves, descendente desta família].
Depois de algum tempo, Oswaldino se separou de Dalila e se casou, em segundas núpcias, com Maria Bernadina de Souza (dados de Rodrigo Esteves).

Filhos de Oswaldino (com a 1ª esposa?):
TN1.1.3.1 - Helena Esteves. Filha de Helena: Thais Ramos Esteves.

TN1.1.3.2 - Rogério Esteves. Filhos de Rogério: Halvan Araujo Esteves; Camila Araujo Esteves e Andressa Araujo Esteves.

Filho do 2º casamento com Maria Bernadina de Souza (de acordo com Rodrigo Esteves):
TN1.1.3.3 - Felisberto Esteves. Filhos de Felisberto: Rodrigo da Silva Esteves; Ricardo da Silva Esteves e Rubens da Silva Esteves.


BN1.1.4 - MARIA DAS DORES ESTEVES (nasc. 29.04.1900), viúva na data de 1927.

BN1.1.5 -  FRANCISCO ESTEVES DE SOUZA (nasc. 28.10.1901), 26 anos e solteiro em 1927.
Nota: Pelo que se sabe, morreu assassinado.

BN1.1.6 - ALORINDO ESTEVES DE SOUZA (nasc. 29.10.1902), 25 anos, solteiro em 1927.
Nota: Pela crônica familiar, este herdeiro também morreu assassinado.

BN1.1.7 - EUCLYDES ESTEVES DE SOUZA (nasc. 12.09.1904) 23 anos e solteiro em 1927.

BN1.1.8 - SYBILLA ESTEVES DE SOUZA (nasc. 23.11.1906), 21 anos, solteira em 1927.

BN1.1.9 - LUCÍLIA ESTEVES DE SOUZA (nasc. 06.04.1912), 15 anos, solteira em 1927.

BN1.1.10 - OTHILIA ESTEVES DE SOUZA (nasc. 27.12.1913), 14 anos, solteira em 1927.

BN.1.1.11 - ADOMICILIA ESTEVES DE SOUZA (nasc. 13.09.1915), 12 anos em 1927.

BN1.1.12 - OTOBINA ESTEVES DE SOUZA (nasc. 28.05.1917), 10 anos em 1927.
Nessa data, 1917, o avô paterno, Francisco da S. Esteves, já era falecido; D. Ignácia Jacintha morava ainda no 2º Distrito do Socorro.

BN1.1.13 - ADHEMAR ESTEVES DE SOUZA (nasc. 19.09.1919)[xiv] “Mário Esteves”, 8 anos em 1927.
Casou-se com Maria Cândida Vieira de Souza Esteves, “Doquinha”, filha de Antonio Vieira do Amaral e de Olívia Ribeiro Vieira (“Vivi”).




[i] De acordo com certidão de casamento de Manoel Ignácio e Ismênia Baptista de Souza.
[ii] Batistério de Ignácia Jacintha Ribeiro, 1846. Documento fornecido por Rogério Palma de Lima.
[iii] Matrimônio de Francisco da Silva Esteves e de Ignácia Jacintha Ribeiro, 1871. Documento fornecido por Rogério Palma de Lima.
[iv] Inventário Judicial sem Testamento (1927) de Manoel Ignácio da Silva Esteves. Comarca de São Joaquim da Costa da Serra – Estado de Santa Catarina, Inventário nº679, registro no Livro 3º, Fls. 28.
FELLIPPE BORGES DO AMARAL E CASTRO (1864), Inventário com Testamento – Cx 36 – p.142, data da autuação: 15 de setembro de 1864, em Lages, Província de SC.
[v] Dados contidos na Certidão de matrimônio de Paulino Esteves de Souza e Beatriz Ribeiro Esteves, 1924. Documento fornecido por Rogério Palma de Lima. Disponível em: https://familysearch.org/ark:/61903/3:1:S3HT-65LS-BQR?i=76&wc=MXYY-9Z9%3A339977101%2C339977102%2C340075401%3Fcc%3D2016197&cc=2016197.
[vi] Documento fornecido por Rogério Palma de Lima.
[vii] Certidão de matrimônio de Paulino Esteves de Souza e Beatriz Ribeiro Esteves, 1924. Documento fornecido por Rogério Palma de Lima. Disponível em: https://familysearch.org/ark:/61903/3:1:S3HT-65LS-BQR?i=76&wc=MXYY-9Z9%3A339977101%2C339977102%2C340075401%3Fcc%3D2016197&cc=2016197.
[viii] L1de Matrimônios – Fls. 138, São Joaquim – SC.
[ix] Batismo de Marcos Esteves de Souza, 1898. Documento fornecido por Rogério Palma de Lima. Disponível em: https://familysearch.org/ark:/61903/3:1:939Z-Y595-QC?i=98&wc=MFKJ-X29%3A1030434101%2C1030402502%2C1030447401%3Fcc%3D2177296&cc=2177296.
[x] Óbito de Marcos Esteves de Souza, 1967. Documento fornecido por Rogério Palma de Lima. Disponível em: https://familysearch.org/ark:/61903/3:1:S3HY-X3QV-M2?i=61&wc=MXYP-4TL%3A337699901%2C337699902%2C338854401%3Fcc%3D2016197&cc=2016197.
[xi] L4 – fls. 170 – Oficial do Re: Flósculo E. de Carvalho.
[xii] Family Search. Registro de Cartório Civil de São Joaquim, Santa Catarina. Nascimentos de 1918, Fev-1918, Set, pg. 87-88. Disponível em: https://familysearch.org/ark:/61903/3:1:S3HY-X3W9-RQ7?i=84&wc=MXY2-838%3A337699901%2C337699902%2C337873401%3Fcc%3D2016197&cc=2016197.
[xiii] Certidão de matrimônio de Paulino Esteves de Souza e Beatriz Ribeiro Esteves, 1924. Documento fornecido por Rogério Palma de Lima. Disponível em: https://familysearch.org/ark:/61903/3:1:S3HT-65LS-BQR?i=76&wc=MXYY-9Z9%3A339977101%2C339977102%2C340075401%3Fcc%3D2016197&cc=2016197.
[xiv] Certidão de nascimento no Registro Civil, assinado por Viriato Alves Garcia, no Distrito de Bom Jardim, Comarca de São Joaquim, no Livro nº1, nº161.

Nenhum comentário:

Postar um comentário